CRESCIMENTO: SEU FILHO TEM ALTURA NORMAL PRA IDADE DELE?

DRA.

RUTH

FRANCO

CRESCIMENTO: SEU FILHO TEM ALTURA NORMAL PRA IDADE DELE?

Tire suas dúvidas

Crescimento

Quando falamos em altura de uma criança é sempre importante analisar alguns fatores que podem interferir no resultado, não julgue a estatura de seu filho sem ele ter feito uma boa avaliação e sem levar em conta os itens abaixo:

 

  • Qual a estatura dos pais?

Se soubermos a estatura dos pais poderemos ter uma previsão do alvo da criança. Isso nos dará ideia se a criança está no seu canal genético ou não. Uma criança que está fora do seu canal genético deve ser melhor avaliada. E se os pais são baixos e a criança está no canal genético? se os pais são baixos a criança tenderá a ficar baixa também, mas vale ressaltar que mesmo nestes casos existe situações em que pode se necessitar de tratamento para que a criança fique com uma melhor estatura; esta é uma condição que deve ser muito bem avaliada pelo endocrinologista pediátrico.

 

  • A criança tem alguma doença crônica?

As doenças crônicas e ou agravos de saúde são as maiores causas de baixa estatura. Crianças com problemas renais, problemas hepáticos, problemas pulmonares, em uso crônico de corticoides ou com doenças ósseas podem não crescer bem devido a doença de base. Neste caso também vale uma avaliação mais detalhada pois em alguns casos o tratamento com hormônio de crescimento pode estar indicado.

 

  • Onde a criança esta na curva de crescimento?

As curvas de crescimento são uma ferramenta importante para o pediatra acompanhar o crescimento da criança e saber onde ela está em relação a média das outras crianças. Uma criança é considerada com baixa estatura quando ela se encontra duas curvas a baixo de seu alvo genético ou se está 2 desvios padrão abaixo da última curva. Importante ressaltar que uma criança deve acompanhar seu próprio canal de crescimento. Uma criança que sai de seu canal seja para cima ou para baixo deve ser avaliada pois algo pode estar acontecendo. Os pais sempre ficam muito preocupados quando o filho é menor que os outros amigos, mas quase nunca se preocupam quando ele é o maior. A preocupação deve ser a mesma. Uma criança que cresce muito, que está numa curva acima de seu alvo genético também merece atenção pois algumas doenças podem estar envolvidas neste processo de aceleração do crescimento.

 

  • Quanto a criança cresce em 1 ano ?

A medidas rotineiras de altura são importantes para avaliar a velocidade que uma criança cresce. Dos 4 anos até a puberdade a criança deve crescer em média 5 cm/ano. Durante a puberdade pode chegar a 10-12 cm/ano. Se uma criança não tem uma velocidade de crescimento adequada ela deve ser avaliada para identificar possíveis causas.

 

  • A criança esta em puberdade?

Se a criança está em puberdade a velocidade de crescimento deve ser maior. Uma criança em puberdade que tenha baixa estatura tem pouco tempo para crescer e deve ser avaliada com urgência. Muitas vezes dependendo da idade óssea que ela já tem não dá fazer mais nada.

 

  • A criança nasceu pequena com menos de 2500?

Uma parte das crianças que nascem pequenas para a idade gestacional podem não conseguir recuperar seu crescimento e terão indicação de tratamento com hormônio de crescimento. A avaliação destas crianças deve ser feita pelo pediatra nas consultas de rotina, porem elas precisam ser encaminhadas ao endocrinologista se não recuperarem o crescimento entre 2- 4 anos de idade.

 

  • Por que pedir idade óssea?

A idade óssea é um dos parâmetros que o endocrinologista usa para prever a estatura da criança. Um ano pra mais ou pra menos da idade cronológica pode ser considerado normal. Porém ter a idade óssea adiantada da idade cronológica a mais de 2 anos pode prejudicar a estatura final, assim como ter a idade óssea atrasada pode melhorar a estatura final. Alguns fatores podem avançar a idade óssea como puberdade, obesidade e hipertireoidismo e outros podem atrasa-la como: hipotireoidismo, uso crônico de corticoide, deficiência de hormônio de crescimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Tambem